terça-feira, 26 de junho de 2012

Frank O. Gehry - Fenômeno do design e da arquitetura desconstrutivista

Frank O. Gehry nasceu 28 de fevereiro de 1929 em Toronto, mas mudou-se com a família para Los Angeles em 1947. Estudou arquitetura na Faculdade do Sul da Califórnia e posteriormente especializou-se em design na Universidade de Harvard.
Trabalhou em diversos escritórios de arquitetura e em 1962 criou seu próprio escritório, a "Frank O. Gehry & Associates Inc". E em 1989 foi o ganhador do Pritzker Prize, que é tido como o Nobel da arquitetura.


"Arquitetura deve falar de seu tempo e lugar, porém anseia por atemporalidade."


Frank Gehry




Star Wood Hotel - Elciego - Espanha

Museu Guggenheim - Bilbao - Espanha
Atuou em diferentes cidades do mundo, muitos dos seus projetos tornaram-se atrações turísticas, desde residências, museus e sedes de empresas. Sua obra mais famosa é o Museu Guggenheim Bilbao, em Bilbao, Espanha, todo feito revestido de titânio. Entre outros projetos importantes, como o Walt Disney Concert Hall no centro de Los Angeles, a Casa Dançante em Praga, República Checa, e sua residência particular, em Santa Mônica, California, os quais marcaram o início de sua carreira.


Concert Hall Disney - Los Angeles - EUA


Croqui feito por Gehry do Concert Hall Disney



Sátira do seriado Simpson na ocasião que Gehry ganhou o prêmio Pritzker - Concert Hall Disney


Seu estilo arquitetônico vem do movimento desconstrutivista, uma linha arquitetônica pós-moderna que começou no fim dos anos 80. Este estilo "é caracterizado pela fragmentação, pelo processo de desenho não linear, por um interesse pela manipulação das idéias da superfície das estruturas ou da aparência, pelas formas não-retilíneas que servem para distorcer e deslocar alguns dos princípios elementares da arquitetura, como a estrutura e o envoltório (paredes, piso, cobertura e aberturas) do edifício. A aparência visual final dos edifícios da escola desconstrutivista caracteriza-se por um caos controlado e por uma estimulante imprevisibilidade." * fonte Wikipedia


Casa Dançante
Gehry desenhou uma série de peças de mobiliário chamadas "Easy Edges", utilizando madeira. Essas peças fizeram grande sucesso, mas foram tiradas de circulação três meses depois do lançamento, pois Gehry temia que seu reconhecimento como designer de móveis populares afetasse seu prestígio como arquiteto.

Chair Gehry


Chaise Gehry









Entre outras peças de mobiliários de interiores, podemosconsiderar todos atuais para nossa decoração contemporânea e moderna.

Fog Table


Fog Stacking









Em 2005 foi lançado um documentário sobre as obras de Frank O. Gehry, vale a pena assistir e conhecer as obras mais emblemáticas do mundo. Abaixo o trailer.










FICHA TÉCNICA:

Título Original: Esboços de Frank Gehry
Ano: 2005
Duração: 83 min.
Origem: Alemanha, EUA
Diretor: Sydney Pollack
Roteiro: Sydney Pollack
Trilha Sonora: Claes Nystrom, Jonas Sorman
Elenco: Frank Gehry, Dennis Hopper, Philip Johnson, Edward Ruscha


Fonte: presente no nome da imagem - salve como

___________________________________________________________________________________________






___________________________________________________________________________________________

Indicação de Leitura: "Cidades para um Pequeno Planeta" - neste livro, Richard Rogers aborda sobre o futura das cidades modernas e planeamento sustentável

Hoje faço uma recomedação de leitura, o livro "Cidades para um Pequeno Planeta" do Arquiteto Urbanista Richard Rogers. 





Sinopse 
Metade da população mundial mora em cidades. Para o ano 2025, esta cifra aumentará para 75%. A cidade moderna é uma causa direta da contaminação, alienação e divisão social. O arquiteto Richard Rogers apresenta neste livro um novo e radical programa de ação para o futuro das nossas cidades. Demonstra a influência que exerce a arquitetura e o planeamento urbano sobre o nosso cotidiano, e adverte sobre o impacto potencialmente negativo que as cidades modernas podem ter sobre o meio ambiente. Argumenta que apenas através do planeamento sustentável, poderemos proteger a ecologia do nosso planeta e cumprir, assim, as nossas responsabilidades perante as gerações futuras.

Detalhes sobre o livro:
Autor ROGERS, RICHARD, Richard Rogers, Philip Gumuchdjian
Editora Gustavo Gili
ISBN 9788425218897
Dimensões 17 x 18 cm
Nº Páginas 196

Encontrei na FNAC: http://www.fnac.pt/Cidades-para-um-Pequeno-Planeta-ROGERS-RICHARD/a171981 

Boa leitura!

 ___________________________________________________________________________________________

Veja postagens relacionadas:





 ___________________________________________________________________________________________



segunda-feira, 25 de junho de 2012

Rio+20 - Exposição "Glob-All Mix" - trabalhos expressivos sobre sustentabilidade


Esta acontecendo no Jardim Bothânico, no Rio de Janeiro, a Exposição "Glob-All Mix" que mostra trabalhos de 30  designers de vários nacionalidades, estes participaram e venceram o concurso por desenvolver os cartazes mais expressivos sobre o tema "Sustentabilidade".

O evento tem curadoria do designer Felipe Taborda, e assim como aconteceu na 1º edição do Eco-92, esta exposição também corre paralela ao Rio+20 e vai de 10 de junho a 10 de julho de 2012.


Exposição Glob-All-Mix - Designer Jamila Varawala -Índia

Exposição Glob-All-Mix - Designer Gitte Kath - Dinamarca

Exposição Glob-All-Mix - Designer Gunter Rambow - Alemanha

Exposição Glob-All-Mix - Designer Isidro Ferrer -  Espanha


Clique nas imagens para ampliar:




Parabéns a todos os 30 designers que assiram os cartazes e constribuem para a conscientização das pessoas:
Alain le Quernec (França)
Alejandro Magallanes (México)
André Stolarski (Brasil)
Bárbara SzanieCki (Brasil)
Celeste Prieto (Paraguai)
Christiano Menezes (Brasil)
David Tartakover (Israel)
Diego Bermúdez (Colômbia)
Esteban Salgado (Equador)
Fabio Arruda (Brasil)
Fang Chen (China)
Fidel Sclavo (Uruguai)
Gitte Kath (Dinamarca)
Gunter Rambow (Alemanha)
Hernán Berdichevsky (Argentina)
Isidro Ferrer (Espanha)
Jamila Varawala (Índia)
Jonathan Barnbrook (Inglaterra)
Kiko Farkas (Brasil)
Lizá Ramalho (Portugal)
Mark Gowing (Austrália)
Mehdi SaeeDi (Irã)
Michal Batory (Polônia)
Paul Sahre (EUA)
Pekka Loiri (Finlândia)
Pepe Menéndez (Cuba)
Saki Mafundikwa (Zimbabwe)
Sandra Monterroso (Guatemala)
Takashi Akiyama (Japão)
Vladimir Chaika (Rússia)


Referências: http://ccsp.com.br/ultimas/58509/Glob-All-Mix

 ___________________________________________________________________________________________

Veja postagens relacionadas:




 ___________________________________________________________________________________________






Curtiu? Compartilhe