segunda-feira, 30 de julho de 2012

Poluentes de ambientes internos - você sabe quantos poluentes são gerados dentro da sua casa?

Plante essa idéia no seu mundo: Filtro de ar natural







Na década de 1970, iniciou-se um projeto de pesquisa entre a Nasa(Agência Espacial Americana) e a Alca (Associação dos Empreiteiros de Paisagismo dos Estados Unidos), cujo objetivo era o de identificar as plantas que, através de suas características, ajudariam a despoluir os ambientes internos e fechados.
Já é sabido que a má qualidade do ar causa, frequentemente, problemas de desconforto e de saúde nas pessoas. Quando um percentual significativo de ocupantes de um determinado espaço apresenta sintomas persistentes (alergia, dor de cabeça, dor de garganta, irritação dos olhos e das mucosas, problemas respiratórios, tonturas, náuseas e fadiga), não atribuíveis a fatores pessoais de sensibilidade ou doença, e que desaparecem pouco tempo depois da saída de uma casa ou de um prédio, fica evidente que tais sintomas estão relacionados com a “Síndrome do Prédio ou da Casa Doente”.
Assim, lugares confinados, com pouca ou nenhuma renovação do ar, tornam-se rapidamente desagradáveis e até irrespiráveis, pela acumulação dos poluentes gerados internamente.
Tipos de agentes:
Agentes biológicos: bactérias, vírus, fungos, mofo, protozoários, algas, odores corporais.
Agentes químicos: monóxido de carbono, bióxido de carbono, bióxido de nitrogênio, ozônio, formaldeído, solventes, fumaça de tabaco e diversos outros compostos químicos voláteis.
Agentes inertes respiráveis: microfibras de amianto, de lã de vidro, fibras naturais, diversas poeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no facebook!

Curtiu? Compartilhe